Top

O professor do Departamento de Ciência da Computação do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da USP, Marco Aurélio Gerosa, fala a respeito do suporte para comunidade de software livre e do projeto Arquigrafia. O professor atua na área de Engenharia de Software e Sistemas Colaborativos e suas interseções.

NAP-SoL: Como funciona esse suporte para comunidade de software livre?

Marco Gerosa: Nós pesquisamos sobre as barreiras sociais e técnicas da entrada de novatos nas comunidades de software livre. O objetivo é analisar os parâmetros das informações que eles possam obter dessas comunidades para facilitar a entrada de novos membros, e quebrar as barreiras da troca de conhecimento entre eles. 

NAP-SoL: Como são coletadas as informações?

Marcos Geros: A partir da analise dos repositórios e histórico do projeto nós buscamos informações que os novatos possam obter e ter uma ciência maior sobre o que acontece nos grupos. Nós fazemos entrevistas e coletamos dados quantitativos e qualitativos em busca de mecanismos para possibilitar a interação entre os novatos.

NAP-SoL: O que é o Arquigrafia?

Marcos Geros: O Arquigrafia, como é chamado dentro da comunidade de software livre, surgiu de uma necessidade do curso de Arquitetura da USP expandir sua biblioteca física de fotografia. Eles montaram o maior acervo de fotografia da América Latina, e como hoje em dia, as pessoas buscam por dados online, a partir disso, surgiu a ideia de digitalizar esse acervo e construir uma plataforma social para que as pessoas pudessem contribuir, comentar e discutir. Esse projeto, também pretende que outras áreas que trabalhem com acervo fotográfico usem esse mecanismo para expandir e ser integrado à sala de aula.

Por: Natalí Silva

 

Apoio:

  • USP - Pró-Reitoria de Pesquisa
  • Capes
  • CNPq
  • Fapesp
//0x87h