Top

Pesquisa será apresentada no principal congresso nacional de Computação

O termo benchmark é conhecido na esfera empresarial sendo utilizado como ferramenta de gestão para aprimorar o desempenho e avaliação de uma empresa específica e acompanhar seu processo de organização e fatores de risco e sucesso. Através dele é possível verificar o andamento e contribuir para a evolução de uma loja virtual, por exemplo.

Na área de estudo da computação, o termo é utilizado para medir o desempenho e as eficiências computacionais. Pensando na avaliação do desempenho de sistemas operacionais, como o Linux, pesquisadores desenvolveram uma ferramenta benchmark que permite a condução de experimentos controlados para produzir dados experimentais para estimação de modelos matemáticos que representem o sistema de memória virtual do Linux, explorando, assim, novas técnicas para modelagem de comportamento operacional.

O projeto é criado por pesquisadores do Centro de Competência em Software Livre (CCSL) e do Núcleo de Apoio à Pesquisa em Software Livre (NAP-SoL) sediados no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP em São Carlos e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) no campus de Araraquara.

De acordo com o aluno de doutorado do Laboratório de Sistemas Distribuídos e Programação Concorrente (LaSDPC) do programa de pós - graduação  em Ciências de Computação e Matemática Computacional do ICMC e docente do IFSP, Lourenço Pereira, o objetivo do projeto é avaliar o gerenciamento de memória de sistema operacional. “Fizemos uma avaliação de desempenho a partir do benchmark proposto e, com isso, um artigo foi produzido sobre sua arquitetura e resultados com a ideia de expandir a execução para outros sistemas operacionais livres”.

Para que se tenha a especificação e o projeto do local de criação de serviços computacionais é importante ter conhecimento do desempenho operacional, este, que pode ser variado ao ser exposto em diferentes trabalhos, podendo ainda, ter diferentes níveis de exigência computacional.

A pesquisa será apresentada no XIV Workshop em Desempenho de Sistemas Computacionais e de Comunicação (W Performance), de 20 a 21de julho,  principal evento de avaliação  do desempenho de sistemas computacionais do país, que integra a programação do congresso da Sociedade Brasileira de Computação (SBC), a ser realizado de 20 a 23 de julho em Recife no estado de Pernambuco.

Para Pereira, a ferramenta pode auxiliar no entendimento do comportamento e na prevenção de situações em que a carga imposta ao sistema seja maior do que sua capacidade. “A existência de uma ferramenta que possibilite a condução desse tipo de teste é escassa, com isso, trouxemos técnicas de áreas de conhecimento, não tradicionais para a ciência da computação, como a engenharia elétrica, mecânica e mecatrônica, aplicando sua teoria para a avaliação de desempenho”.

 O trabalho intitulado Benchmark para análise comportamental do sistema de memória virtual do Linux foi produzido por Rubens Antônio Rodrigues, Lourenço Alves, Pereira Júnior, Marcos José Santana, Regina Helena Carlucci Santana e Francisco José Monaco.

Por Flávia Cayres/Assessoria de Comunicação NAP-SoL

 

 

 

 

 

 

 



 

Apoio:

  • USP - Pró-Reitoria de Pesquisa
  • Capes
  • CNPq
  • Fapesp
//0x87h